[Personal] Hoje faz 5 anos...

72 Comments
Olá :)

21 de Maio é uma data que provavelmente não irei esquecer tão facilmente. Hoje resolvi partilhar com vocês o porquê...
Foi exactamente há 5 anos, portanto em 2008, que fui operada. O que supostamente devia ser uma operação fácil, com recuperação fácil, foi tudo menos fácil. Foram dias complicados, alturas complicadas, muito sofrimento, muita dor. Principalmente para a minha a mãe, o meu pai, a minha irmã, o meu irmão, a minha sobrinha,...
Fui criticada - "ah ninguém pode morrer disso, deixa-te de coisas, estás só a fazer fitas, tu não tiveste nada". E sinceramente custou ouvir palavras dessas, apesar de terem sido anónimas (na altura foram comentários no meu fotolog). Mas a realidade é que sim, eu quase morri por causa de uma porcaria de uma apendicite.

Ora, a 19 de Maio de 2008 tive dores de barriga. Eu achava que não era nada, até que passadas várias horas a dor não passou e estava cada vez mais intensa. Lá fui para o hospital. A doutora disse que era da sopa de agrião (????) e fui para casa. No dia seguinte a dor não passou. Voltei ao hospital, passei o dia INTEIRO de médico em médico, a fazer imensos exames, e chegaram à conclusão que era gastroentrite e fui para casa. À noite a dor não passou e estava bastante intensa, então os meus pais levaram-me ao hospital novamente. O senhor doutor chamou-me de maluca, e disse que tinha dores psicológicas e receitou-me comprimidos para dormir (que obviamente nem fomos comprar). 
Na manhã seguinte, acordei aos berros, pronta para me atirar da janela abaixo ( a sério..) de tão intensa que era a dor! O meu pai pegou em mim à força e levou-me novamente para o hospital! Quando lá cheguei, meteram-me numa maca e fiquei encostada a um canto do hospital, como costumam fazer aos velhinhos que lá vão. A minha irmã barafustou com a senhora doutora que, também, me achava uma maluquinha. Entretanto, uma enfermeira, que já me tinha visto ali tantas vezes, foi então chamar uma médica cirurgiã.

E digo, foi essa enfermeira, e essa médica, que me salvaram, MESMO, a vida. A cirurgiã foi-me buscar, e chamou o chefe de cirurgia também. Os dois fizeram-me duas ecografias em máquinas diferentes (chegou a uma altura que me colocaram uma seringa na barriga que era suposto doer imenso mas nem me queixei nada e nem sei para que serviu aquilo sinceramente). Os dois médicos disseram que não dava para ver nada do que se passava cá dentro, e então a médica marcou uma operação sem saber exactamente o que eu tinha.

O que ela disse foi: pode ser ovários, ou apendice, eu não sei, não consigo ver. Mas vou abrir-te à mesma. Vou abrir-te mais cá em baixo para não te fazer uma cicatriz feia, mas se for necessário, abro-te mais.
Eu só me lembro de ter dito "pode abrir-me à vontade". Eu sentia-me mais para lá do que para cá...as dores já tinham passado e sentia-me aluada.

Levaram-me para o bloco operatório. A operação durou duas horas, a minha mãe estava super agoniada e com medo. Quando a operação acabou a médica foi falar com ela e disse-lhe: ela está bem, mas se tivéssemos esperado mais uns segundos, ela teria morrido, o apendice rebentou.

O meu apendice rebentou, e segundo a médica, quando ele rebenta, morremos. Eles conseguiram durante a minha operação, salvar-me. 

Fiquei 9 dias internada. O pior? Fiquei esses dias com um tubo do nariz até ao estomago...sim, custou imenso, sim doeu, sim foi horrivel, sim há quem já tenha passado por pior, mas não deixo de ter passado um  mau bocado!
Emagreci uns 7 quilos, pois durante 9 dias só tive a soro. Quando fui para casa, ainda mal andava. Voltei para a faculdade para fazer os testes, mas mal andava! A minha colega, Rita (do blog A Garota Embonecada) é que me ajudou IMENSO! Levava-me a mala, e ajudou-me nos testes! Passei a tudo ehehe. Durante um ano não podia fazer esforços, e ainda hoje, volta e meia tenho dores...e deixei de poder comer certas coisas.

O que era suposto ser uma operação fácil, e uma coisa fácil de detectar...correu mal, e podia ter corrido pior! Não desejo as dores que tive a ninguém! Foi horrivel! Mas tive imenso apoio dos meus familiares, amigos e colegas de faculdade! 

A minha cicatriz não se vê! Pelo menos isso! :)
Ah, e costumo usar uma cruz ao pescoço...não por ser religiosa, mas porque um padre deu-ma quando eu estava internada, e uso-a para dar sorte ^^




Desculpem pelo testamento! Beijinhos :)


Follow on Bloglovin



You may also like

72 comentários:

  1. Minha querida
    Li a tua história, e de facto é de lamentar que alguns médicos não liguem a algumas queixas.
    De facto não estavas a fazer nenhuma birra, estavas mesmo mal!

    Um grande beijinho minha linda!

    Muitos beijinhos
    MUAH*
    Blog | Youtube | Facebook

    ResponderEliminar
  2. Foi devido a uma apendicite não detectada que uma tia minha faleceu. Quem te disse que isso não é nada, é simplesmente um ignorante e parvalhão. Fico muito contente que tenha corrido tudo bem contigo, e fico muito irritada que tenha corrido como correu, é uma tristeza... E histórias como a tua devido a apendicites são tão comuns, os médicos andam a dormir...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lamentável o que aconteceu com a tua tia...as pessoas acham que morrer de apendicite é tolice, mas é uma verdade bem dura e crua! Infelizmente...
      Obrigada querida.

      Eliminar
  3. "21 de Maio é uma data que DEFINITIVAMENTE não irei esquecer tão facilmente."
    Corrigido =) Foi de facto um grande momento da tua vida, em todos os sentidos. Acho que havia aí uns pormenores que ainda não sabia, mas o pior já passou, melhoraste e agora o teu organismo está a recuperar a tolerância às dores e às porcarias que não podias comer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade :) felizmente tudo acabou por correr pelo melhor!

      Eliminar
  4. Só tenho a dizer que és uma lutadora, querida Tânia :')

    beijinho**

    ResponderEliminar
  5. O meu namorado passou por uma situação muito parecida com a tua, só que ele era muito mais novo.
    Se não fosse operado naquele dia, possivelmente já não estaria aqui. Os médicos mandavam-lhe sempre para casa nunca era nada para eles! Até chegar o dia que apanhou um médico bom e foi logo operado de emergência. Ele ficou com a cicatriz e de vez em quando também lhe doí esta zona.

    Esta foto tua é recente? Cortas-te o cabelo ohhhh

    Beijinhos ****

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que chatice, mais um caso destes :\ Ainda bem que correu tudo bem com ele também!

      Nãaaaaaaaaao! A foto tem cinco anos ^^

      Eliminar
  6. Quem fez esses comentários anónimos, para além de estar a passar uma crise de valores e ignorância, nunca teve uma apendicite também.
    Ainda bem que tudo acabou em bem.:)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. realmente é incrível como alguns médicos podem ser tão negligentes! ao verem o estado em que estavas deviam era ter-te mandado fazer exames urgentes e não dizerem que era da sopa de agrião - que coisa ridícula! era razão suficiente para os levares a tribunal porque toda essa situação foi muito grave e inaceitável! eu não me deixava ficar porque é graças a "profissionais" desses que muita gente não tem a qualidade de vida que podia ter!
    enfim, este assunto revolta-me! mas ainda bem que tu encontraste esses dois anjos que realmente se importaram e tentaram perceber, a todo o custo, o que se passava contigo. é realmente uma data para recordar!
    beijinhos *
    eighteen and a life

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tens razão :\
      muito obrigada querida!^^

      Eliminar
  8. Eu pergunto-me onde é que certas criaturas tiraram o curso de medicina.
    Por pouco não morreste devido à incompetência de seres pouco iluminados.

    O que importa é que hoje já estás bem e que foste ajudada por pessoas competentes.
    Espero que tudo te corra bem.
    Beijinhoo*

    ResponderEliminar
  9. Eu também não tenho sorte nenhuma com os médicos, acham sempre que sou maluca...
    Ter uma apendicite é algo muito grave mesmo, e fico mesmo muito feliz por ter corrido tudo bem contigo, para além da estupidez desses pseudos-doutores.
    Um beijão enorme :D

    ResponderEliminar
  10. Fiquei pasmada com a tua história. É lamentável que ainda aconteça estas coisas no nosso país. Mas fico muito feliz pela história acabar bem!
    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo de lamentar, o pior é que há mais histórias destas, e piores! :(
      Muito obrigada!!!!^^

      Eliminar
  11. Até fico parva ! :O
    Tens grande amiga , acredito !
    Sempre que precisares de algo , apesar de tar longe tento ajudar !

    Beijinhoo guerreira

    ResponderEliminar
  12. O meu namorado quando tinha 15 anos aconteceu-lhe parecido. Também foi para o centro de saude 3 vezes e disseram-lhe sempre coisas do genero como a ti.
    A sorte dele foi à 4ª vez tar um medico de fora que suspeitou o que era e lá o mandaram para a outra ilha operar, mas já tinha rebentado quando chegou à mesa de operações. Teve um semana no hospital a recuperar e podia ter morrido!
    A cicatriz dele nota-se, mas dá-lhe um ar especial! HEHE :) E fico feliz de ele a ter, é sinal que está cá neste mundo, porque há medicos que não sabem o que fazem e colocam a vida das pessoas assim em risco.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que ainda há gente competente que consegue salvar vidas...fico feliz que a história do teu namorada tenha acabado bem!

      Eliminar
  13. A tua história é muito triste, e mais triste ainda é a quantidade de médicos que fazem esse género de coisa... Estão fartos de ver doentes e doentes e querem é manda-los para casa, muitas vezes nem sequer ouvem os sintomas todos já estão a receitar porcarias... Lamento muito por teres passado tal situação, e se fosse a ti eu reclamava, e ia fazer-me ouvir, não se podem estar a passar situações destas nestes tempos. Nós temos tudo, temos todos os recursos. Vejo muita falta de bom senso e falta de profissionalismo da parte de muita gente, gente essa que é demais para um país tão pequeno. Faz-te ouvir, vai mais alto, para que o que te aconteceu a ti não aconteça mais com outros, ou pelo menos que seja evitada mais vezes. Força!
    Evilyn Vondrack, from Vanity Street and Vondrack Vanity Store

    ResponderEliminar
  14. É uma história que começa de forma triste mas que felizmente acabou muito bem. Lamento que tenhas passado por tudo isso e faço-te mil vénias pela força que tiveste :)

    Beijo grande

    http://maisumblogdegaja.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. É nestas alturas que me apetece varrer os hospitais a bofetadas. >_< O que se passa com esta gente? Oh bem, graças a deus encontraste uma pessoa com muito juizinho e que te salvou a vida. Hoje estás viva e bem e isso é que importa. Sei que és forte! ^^
    Sorrisos,
    Alexandra :)

    Participem no concurso do blogue! ;)
    http://diariodumanovata.blogspot.pt/2013/05/bem-vindos-ao-meu-diario-concurso.html

    ResponderEliminar
  16. ainda bem que acabou tdo bem bjinho grande ;)

    ResponderEliminar
  17. Wow... Bem, já tens algo para contar aos teus netos, bisnetos, tetranetos! Custa crer o tempo que demorou até alguém ter decidido ajudar-te, embora saiba o que são os hospitais portugueses (infelizmente). Acho uma falta de respeito pela própria natureza humana quando não existe o mínimo interesse em ajudar alguém, e logo tu, que tinhas mesmo um problema sério! ainda bem que apareceu uma médica decente (: É nestas alturas que percebemos o quão preciosa é a vida.

    Beijinhos (: ♥

    http://violetclouds.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada querida!!!
      Verdade...infelizmente temos muito profissionais que pouco ou nada se interessam realmente pelas pessoas :\

      Eliminar
  18. É muitooo complicado quando rebenta :X mas ainda bem que conseguiram salvar-te.. fogo ainda há médicos MUITO maus neste país :s que tristeza.. enfim*

    Beijocas tudo de bom*

    borboletinhaeabeleza.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Adorei o blog, fotos super bacanas, parabéns...
    Fica o convite para conhecer meu cantinho, sinta-se a vontade.

    Abraço

    Evelyn Oliveira
    cupcakerock.blogspot.com

    ResponderEliminar
  20. Bem deve ter sido uma fase muito má da tua vida, nem consigo imaginar o quando sofreste psicologicamente. Tiveste muita força!

    Giveaway no meu blog <3 SHE WALKS Blog

    ResponderEliminar
  21. Bom, o importante e' mesmo que conseguiste ultrapassar essa fase menos boa .. Isso e' que conta =)

    habilita-te a ganhar uns óculos de sol à tua escolha:
    http://thepinkbookofstyle.blogspot.pt/2013/05/giveaway-6-or-7-prizes-firmoo.html

    beijinhos

    ResponderEliminar
  22. que cena, mas sobreviveste e é isso que importa. Força miúda :)

    ResponderEliminar
  23. nice!

    p.s. I'm having a ray-ban giveaway if you'd like to check it out!
    devorelebeaumonstre.com xx

    ResponderEliminar
  24. O importante é que ficou tudo bem. E pelo menos a cicatriz não se vê :)

    http://deverasoriginal.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  25. Que história, puxa. Não consigo imaginar a dor que devia ser e quem te dizia que só estavas a fazer fita sinceramente é muito insensível e estúpido.
    Ainda bem que ficou tudo bem contigo :)
    Beijinhos querida!
    thefashionistapretender.blogspot.com

    ResponderEliminar
  26. Obrigada pelo teu comentário querida!
    Fico muito feliz por teres ultrapassado este acontecimento, certamente te tornou muito forte! Parabéns pela força!

    ♥ http://ballerinabird.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  27. wow ainda estou arrepiada com o que te aconteceu.. imagino aquilo que passaste e aquilo que os teus pais sofreram. É incrível a incompetência de alguns médicos. Senão têm sensibilidade para lidar com as pessoas não sigam essa profissão! A maioria tem a mania de receitar uns comprimidos e já está.

    Tiveste muita sorte tânia! essa médica salvou-te mesmo a vida :) ainda bem que já tudo ultrapassado, és mesmo muito forte :))

    **
    heart-sease.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  28. Como aconteceu isso? Isto é, pode acontecer de um dia para o outro ou ha alguma coisa que provoque a apendicite? (desculpa a ingnorancia...)
    É lamentavel que os medicos chamem os pacientes de "malucos"...
    Cada um conhece o seu corpo melhor que ninguem e sabe se ha alguma coisa errada com ele ou nao.
    Eu tenho queixas ao comer (doi-me a barriga...) ja fui a um gastro e ele tambem nao ligou nenhuma lol talvez nao seja nada
    Ainda bem que recuperaste! Felicidades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é ignorância nenhuma, eu não sou especialista em medicina também e sinceramente não sei bem :\ no meu caso foi de repente, tinha estado super bem nos dias anteriores e inclusive no próprio dia em que tive dores, mas de repente a meio da tarde comecei a sentir dores de barriga!
      Pois eu também acho! Como aparentemente não encontravam nada nas minhas análises, a conclusão mais lógica foi chamarem-me de maluca! E apesar de estar a vomitar à frente deles, mas pronto!
      concordo contigo...cada um conhece o seu corpo melhor que ninguém! se tens essas dores, tenta procurar outro médico que te oiça e te faça análises de forma a descobrir o que se passa! não creio que seja normal doer-te a barriga quando comes neh!
      muito obrigada!!! beijinhos**

      Eliminar
  29. Vim aqui parar por causa do novo post que fizeste. Confesso que cada vez fico mais angustiada com certos médicos, que infelizmente, temos no nosso sistema de saúde. Fazem o mínimo dos mínimos sem se preocupar sequer com a integridade dos doentes. Enoja-me certos comportamentos que tristemente já assisti em alguns hospitais. Só dá vontade de lhes arrancar o bisturi e de lhes cortar o pescoço ali mesmo. Já tive uma experiência mais ou menos (muito menos) parecida, que me podia ter deixado com mazelas permanentes. Quando era mais nova andei duram cerca de 3 semanas com o osso da perna estalado porque os médicos pelos quais fui vista diziam sempre que era birra minha porque eu só tinha uma nódoa negra, sem sequer perguntarem a si mesmos "será que uma nódoa negra faria uma criança deixar de andar?". Há tantos novos e bons médicos sem trabalho enquanto seres reles como estes continuam por aí ganhando, às vezes, pequenas fortunas para fazerem completamente nada e porem, aliás, vidas em risco! Desculpa-me este comentário revoltado, ahaha, mas é o que sinto nestes casos. Mas ainda bem que tudo correu em bem e que ainda existem bons corações por aí!

    ResponderEliminar
  30. Realmente....que vergonha!!!!!!!!!!! Sopa de agriao??? ...........

    ResponderEliminar
  31. Ola ..com uma amiga minha fui exactamente igual, que era uma gastroenterite. E depois vieram a descobrir o que era e foi operada se urgência e teve internada 12 dias e os próprios médicos disseram que foi um milagre ter subrevivido. Acredito bem no que passaste. Beijinhpos

    ResponderEliminar
  32. Eu sinceramente não sei o que se passa nestes médicos...
    Há pouco tempo passei meses no médico para tratar de uma constipação que não parava, eles disseram-me todos que era alergia e eu pronto, lá acreditei. Houve um dia em que não me conseguia levantar da cama porque me doía o peito, voltei ao médico e desta vez fui a um privado para ver se me resolvia e também disse que era alergia e que as dores no peito eram dores abdominais de tossir muito (quando lhe disse que raramente tossia). De madrugada já andava com 39,5º, cheia de febre e não baixava quando tomava os comprimidos para baixar, fui ás urgências e as enfermeiras mandaram-me ir fazer um raio-x ao peito (o médico ficou todo chateado por elas terem feito isso sem lhe pedirem) e aí descobri que estava com uma infecção nos pulmões e que estava em risco de ter uma pneunomia.
    Por isso agradeço aos 5 médicos diferentes que fui (público e privado) por me terem sempre dito que isto era uma alergia...
    Acho uma estupidez, tenho familiares que estão muito mal e já há meses que andam maldispostos e a vomitar e eles não fazem nada... Ou temos muitas sorte em encontrar um bom médico ou então os médicos horrorosos que aí andam quase nos matam!

    ResponderEliminar
  33. Ainda bem que tudo se resolveu. Com o meu pai aconteceu algo parecido, estava com uma pneumonia quase a morrer e um médico disse-lhe que era só uma gripe. Devem tirar o curso pela internet só pode.

    http://arcoirisnumbatom.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  34. Querida Tania, so tenho a dizer que grande falta de professionalismo, irresponsabilidade, respeito pelo paciente e negeligencia medica da parte dos que nao te atenderao como deve ser.
    Ainda bem que depois tudo correu bem. Quando vivi em Portugal 2 anos achei por acaso uma coisa que achei os medicos ai muito narizinho impinado, falta de respeito com o paciente... alguma vez um medico aqui chamava nomes a um paciente. enfim... talvez eu nao tenha tido as melhores experiencias, quero acreditar que em Portugal ha bons medicos de certeza.
    beijinho grande e resto de boa semana
    claudiapersi.blogspot.ca

    ResponderEliminar
  35. Isto é a prova de que temos que exagerar para sermos ouvidos. É a verdade...para os médicos nunca é nada e depois as coisas acontecem:s Enfim...mas o que importa é que correu tudo bem:)

    ResponderEliminar
  36. Foi uma grande luta, e que poderia ter acabado mesmo mal, por negligencia médica.. cada vez mais casos desses.
    Mas felizmente acabou bem! só é pena que tivesses que passar por toda essa dor e sofrimento.

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  37. Não consigo deixar esta história passar indiferente. Aconteceu o mesmo à minha mãe. Apendicite mal diagnosticada (disseram que era gastroenterite). Felizmente, pegamos em nós e fomos a um hospital privado, senão seguramente a história teria tido um fim bem diferente, e menos bom. Já tinha formado tumor e tudo... enfim. O sistema público muitas vezes não funciona ou funciona muito mal. No meio disto tudo, ainda bem que acabou por correr tudo pelo melhor contigo!

    ResponderEliminar
  38. Bem eu recordo-me bastante bem de estares internada mas sério o processo todo Jesus =O__O=
    Que sorte tiveste de encontrar uma enfermeira que se preocupa realmente com os seus pacientes.
    Beijocas mágicas miga querida lutadora =^_^=****

    ResponderEliminar
  39. A apendicite é tramada. A minha irmã passou por algo bem parecido :(
    Não percebo como é que os médicos demoram tanto a perceber o que é.
    Beijinhos
    www.beatrizcouto.com

    ResponderEliminar

*Obrigada por visitarem o meu blog!
*Qualquer dúvida basta enviarem um e-mail para: sweetpretender89@gmail.com
*Obrigada a todos*

Com tecnologia do Blogger.